• Percurso para caminhantes experientes. O início deste percurso circular é marcado pelo encontro com um marco da história milenar deste território: a Anta das Pias. De volta ao trilho, o caminho revela-nos o rio ao fundo. Virando à direita seguimos em direção à ruína da antiga casa do moleiro do “Moinho do Escalda”, também, conhecido por estas bandas pelo “Pulo da Zorra”. À esquerda deixamos a estrada que conduz à foz da ribeira de Terges e Cobres. A caminho do Pulo do Lobo, o percurso torna-se difícil e, por entre a vegetação densa de Estevas, Sargaços e Trovisco, surge o moinho. A natureza selvagem impera e é possível avistar a Cegonha-preta ou a Águia-imperial-ibérica. O caminho segue agora junto ao rio, à direita desenvolve-se uma vegetação luxuriante, ainda primitiva, são os remanescentes do bosque de Azinheira. À medida que o Pulo do Lobo se aproxima, o terreno torna-se mais acidentado e o desafio da caminhada fica maior. À chegada, a tranquilidade e magnitude daquele lugar único são um convite claro ao silêncio e à contemplação. O Pulo do lobo é um ex-libris do Parque Natural do Vale do Guadiana. Após se precipitar de cerca de 16 m de altura sobre o pego do Sável, o rio avança em busca da foz. Nesta direção, o rio corre mais estreito entre as paredes rochosas da corredora, onde vivem e criam a Cegonha-preta, a Águia-real e o Bufo-real.
  • Alentejo

  • Mértola

  • Parque Natural do Vale do Guadiana

  • Centro de Interpretação da Paisagem da Amendoeira da Serra

    Centro de Estudos e Sensibilização Ambiental do Monte do Vento

  • PTCON0036 Guadiana

    PTZPE0047 Vale do Guadiana

  • ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P.

  • Acesso a Mértola, a partir de:

    - Beja: IP2, IC27;

    - Vila Real de Santo António: IC27; ou

    - Castro Verde: N123, IC27.

    Acesso a Beja, a partir de:

    - Espanha: N260; ou

    - Lisboa: IP8.

     

    Partindo de Mértola siga em direção a Beja pela N 122. Após 2 km, vire à direita no cruzamento que indica a localidade de Corte Gafo de Cima. À chegada a esta aldeia siga à direita no cruzamento que indica "Pulo do Lobo" e a localidade de Amendoeira da Serra. Após 9 km vire à direita no cruzamento que indica Amendoeira da Serra. Dentro desta localidade siga as indicações para o Pulo do Lobo até ao local de início de percurso que fica a cerca de 5 km desta aldeia.

  • Sim

  • Estrada do Pulo do Lobo (5 km da aldeia de Amendoeira da Serra)
  • Estrada do Pulo do Lobo (5 km da aldeia de Amendoeira da Serra)
  • 5,5 km

  • Todo o ano, mas convém evitar o verão.

  • 3 h

  • 99 m.

  • Difícil

  • Circular

  • Satisfatório

  • Sim.

  • Painel interpretativo. Em Amendoeira da Serra tem acesso a alojamento e restauração. Informação disponível no CIPAS - Centro de Interpretação da Paisagem da Amendoeira da Serra.

Pontos de Interesse

Percurso não recomendado em período de chuvas. Piso escorregadio e sujeito a cheias. Folheto [PDF 1,6 MB]

Acessos

Acesso a Mértola, a partir de:

- Beja: IP2, IC27;

- Vila Real de Santo António: IC27; ou

- Castro Verde: N123, IC27.

Acesso a Beja, a partir de:

- Espanha: N260; ou

- Lisboa: IP8.

 

Partindo de Mértola siga em direção a Beja pela N 122. Após 2 km, vire à direita no cruzamento que indica a localidade de Corte Gafo de Cima. À chegada a esta aldeia siga à direita no cruzamento que indica "Pulo do Lobo" e a localidade de Amendoeira da Serra. Após 9 km vire à direita no cruzamento que indica Amendoeira da Serra. Dentro desta localidade siga as indicações para o Pulo do Lobo até ao local de início de percurso que fica a cerca de 5 km desta aldeia.

Categorias